Notícia

TV Cultura

A entrevistada do Roda Viva debateu as produções atuais de vacinas contra o novo coronavírus no mundo

Publicado em 29 junho 2020

Natalia Pasternak comenta expectativas sobre vacinas para a Covid-19

O Roda Viva desta segunda-feira (29), recebeu Natalia Pasternak, microbiologista pela Universidade de São Paulo (USP) e pesquisadora do Instituto de Ciências Biomédicas da USP.

Na entrevista, Natalia falou sobre a pandemia do novo coronavírus no Brasil e no mundo, avaliou o uso da cloroquina no tratamento da doença e comentou sobre a produção de vacinas contra o novo coronavírus.

"Pode ser que tenhamos uma vacina até o final do ano, se correr tudo bem na fase três das vacinas que estão mais adiantadas", disse a pesquisadora.

Atualmente, as vacinas desenvolvidas pela Universidade de Oxford e pelo laboratório chinês Sinovac são as mais promissoras e têm gerado grandes expectativas no meio científico.

Assista ao trecho da entrevista sobre as expectativas de vacinas para Covid-19:

Estiveram na bancada de entrevistadores Sabine Righetti, jornalista e doutora em política científica e tecnológica pela Unicamp; Luciana Coelho, editora do Núcleo Cidades da Folha de S. Paulo; Giovana Girardi, repórter de ambiente e ciência do Estadão; Semayat Oliveira, jornalista, escritora e co-fundadora do coletivo 'Nós, mulheres da periferia'; e Mariluce Moura, jornalista e criadora de uma das mais importantes revistas de divulgação científica brasileira, a Pesquisa Fapesp.

O programa ainda contou com a participação do cartunista Paulo Caruso.

Apresentada pela jornalista Vera Magalhães, a entrevista vai ao ar às 22h, na TV Cultura, no site da emissora, no canal do YouTube e nas redes sociais Twitter, Facebook, e Linkedin.

Assista à íntegra do Roda Viva com Natalia Pasternak: