Notícia

Administradores

42% dos cientistas paulistas são mulheres

Publicado em 14 março 2011

Dados divulgados pela Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo) apontam que, nos últimos 18 anos, o percentual de mulheres cientistas no estado cresceu de 30% (em 1992) para 42% (2010).

Segundo a fundação, os números se baseiam no balanço geral de 19.678 solicitações iniciais de apoio à pesquisa apresentadas.

A taxa de sucesso global, ou seja, o número de propostas aprovadas dividido pelo número de propostas analisadas no ano, foi, em 2010, de 61% para as mulheres e de 60% para os homens.

As mulheres já são maioria nas grandes áreas de Ciências da Saúde, Ciências Humanas e Linguística, Letras e Artes.Leia o relatório completo com gráficos comparativos em: www.fapesp.br/publicacoes/indicadores/032011f.pdf