Notícia

ECA - USP

3º TOI: Desafios do digital e o papel das Bibliotecas

Publicado em 26 maio 2017

O III Congresso Internacional em Tecnologia e Organização da Informação (TOI) é uma iniciativa do Departamento de Informação e Cultura da ECA-USP e do Observatório do Mercado de Trabalho em Informação e Documentação (OMTID_CNPq). Sob a coordenação do professor Francisco Paletta, trouxe, na sua terceira edição, a promoção do diálogo entre os eixos profissionais/empresariais e acadêmicos, abordando a transdisciplinariedade do campo da informação nas mais diversas áreas de atuação.

As iniciativas do congresso transitaram entre os auditórios do Prédio Central da ECA e o Auditório Safra, na Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FEA) da USP. No seu primeiro dia, foram abordados os processos de documentação e indexação jurídica e como o conhecimento sobre os princípios de catalogação e biblioteconomia podem auxiliar em processos burocráticos e na redução de documentos físicos por meio da digitalização.

A digitalização como prospecto vigente tem suas demandas, benefícios e desafios. Esse foi o tema do segundo dia do evento: as nuances de uma ciência que tinha como objeto livros em tábulas de madeira na Idade Média e hoje lida com as referências bibliográficas sem seus referenciais materiais. Porém, isso significa que o espaço da Biblioteca está fadado ao fim? Pensar na sustentabilidade desses espaços é interessante já que são prédios de uso comum. Hoje, a Biblioteca não é somente um repositório de livros e obras primas; ela é em si um ambiente de convivência, ressignificando seus dispositivos originais e abarcando-os em um hibridismo anacrônico. Nessa discussão se situa a própria ciência da documentação que incorpora essas novas faces da Biblioteca como patrimônio físico e as referências em seus mais variados formatos.

O terceiro dia de evento se juntou ao 14th CONTECSI – International Conference on Information Systems and Technology Management, na FEA, para discutir a preservação do objeto digital de informação através de sistemas eletrônicos, software e hardware específicos. Para isso, foram convidados diretores das bibliotecas da FAPESP, da UNESP e do IBICT para discutir ações estratégicas na redução de lixo eletrônico e sobre a autenticidade desses documentos já que a Web se tornou um amplo repositório sobre o qual é preciso ter critérios e um movimento redução de informação, para qualificar buscas e achados. Contudo, o foco não deve se aprisionar ao quesito tecnológico e sim nas lógicas pelas quais essas iniciativas e políticas serão formuladas.

Em linhas gerais, o evento, que contou com cerca de 120 participantes por período, motivou questionamentos e inquietações por parte dos ouvintes. Como disse professor José Antonio Moreiro Gonzalez, da Universidad Carlos III de Madrid, da Espanha, "iniciativas como o TOI reavivam o ambiente acadêmico e dão respiro aos muros tradicionais das grandes Universidades".

A terceira edição do TOI contou ainda com a participação de profissionais de mercado e pesquisadores, entre eles Fabio Gandour, cientista-chefe da IBM Research Division – BR Lab, que participou nesta quinta-feira, dia 25 de maio, do I Simpósio Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva . Também na quinta-feira, foi realizado o III Simpósio Brasileiro de Ética da Informação , com representantes da USP, UNESP, UFRN e da Universidade do Porto. Acesse os dois links e confira a cobertura completa do LAC – Laboratório Agência de Comunicação para os dois simpósios.