Notícia

Biologia Profissional

3 vagas para Biólogos na Residência do Hospital de Câncer de Jaú

Publicado em 06 janeiro 2019

Você terminou a graduação e tem muita afinidade pela área da Saúde, mas não deseja fazer um mestrado? Partir para uma especialização é mais a sua cara?

E se eu disser para você que dá para fazer RESIDÊNCIA em um dos mais importantes hospitais do país na área do câncer?

Ficar entusiasmado com a possibilidade dos Biólogos poderem fazer residência em ambiente hospitalar é sempre divertido, e no bom sentido.

A primeira coisa que se tem que entender, é que fazer uma Residência é diferente de se fazer uma especialização comum. A Residência para Biólogos está disponível em diversos estados, mas com uma expressão maior no Estado de São Paulo,  já que algumas já estão funcionado há alguns anos.

A título de comparação, o Bacharelado em Ciências Biológicas da USP - Universidade de São Paulo do Instituto de Biociências na cidade de São Paulo, o mais antigo do Brasil, oferece um curso de 3540 horas (Clique aqui e comprove). Se você fizer um mestrado em Biologia Genética no mesmo local terá mais umas 3300 horas de curso, na melhor das hipóteses uma bolsa FAPESP de R$ 2.168,70, mas obviamente, um curso voltado para academia e formação de professores.

A Residência Multiprofissional é o que chamamos de PADRÃO OURO para a formação na área da saúde e que tem aumentado na formação dos profissionais que não são médicos. Instituída pela LEI Nº 11.129, DE 30 DE JUNHO DE 2005, o curso se dá em 2 anos na formação especializada do tipo treinamento em serviço e com uma carga horária de mais de 5 MIL HORAS, ou seja, é prática e com uma carga muito maior, e em um ambiente real de serviço, com uma bolsa de R$ 3.330,43.

Ah, diferente de mestrado, a Residência é considerado treinamento em serviço e o CRBio ativo é obrigatório!

Viu a diferença entre a Residência e Mestrado?

Quando terminar a residência, você pode se intitular especialista pelo Programa de Residência Multiprofissional em Atenção ao Câncer, no caso do Hospital Amaral Carvalho.

Achou que só médico fica lá ajudando a desvendar as coisas no hospital?

Hospital Amaral Carvalho

No Hospital Amaral Carvalho, conhecido também como o Hospital de Câncer de Jaú, a Residência para os Biólogos é exatamente na área de Atenção ao Câncer.

De acordo com a tutora e Bióloga Clara Marino Espricigo Botari - CRBio 064894/01-D - Bióloga pela Universidade do Sagrado Coração e Mestre Profissional em Biotecnologia Médica pela UNESP, a residência do Hospital Amaral Carvalho passa por todos os laboratórios e setores aonde o Biólogo atua no hospital, sendo eles:

  • Laboratório de Análises Clínicas;
  • Laboratório de Anatomia Patológica;
  • Hemonúcleo;
  • Meio Ambiente;
  • Laboratório de Biologia Molecular;
  • Laboratório de Citometria de Fluxo;
  • Laboratório de Citoquímica;
  • Laboratório de HLA.

Para essa residência, as inscrições vão até 30 de janeiro de 2019.

Poderão inscrever-se no processo seletivo candidatos em fase de conclusão de curso de graduação reconhecido pelo MEC, desde que possam concluí-lo até o primeiro dia do período letivo de ingresso no curso pretendido ou que tiverem no máximo até 4 anos de graduação conforme pré-requisito.

A título de curiosidade, o Hospital Amaral Carvalho é o hospital que mais realiza transplantes de medula óssea do Brasil.

Mais informações e inscrições: Link para edital e inscrições da Residência, clique aqui.

Outras Residências no Estado de São Paulo

O Hospital do Amor, mais conhecido como Hospital de Câncer de Barretos, tem todo ano 2 vagas para Biólogos na Residência também em Atenção ao Câncer, mas totalmente voltada para diagnóstico molecular do câncer. Saiba mais sobre clicando aqui.

A FAMERP - Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto possui Residência na área de Vigilância em Saúde para Biólogos, também 2 duas vagas. Clique aqui e acompanhe editais.

Na Prefeitura Municipal de São Paulo, há 2 vagas para Biólogos no Programa de Residência Multiprofissional em Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) desde 2016. O Biólogo pode atuar na Atenção Básica utilizando as Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (PICS) devidamente regulamentadas e inseridas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares do Ministério da Saúde (PNPIC/MS) e desenvolvidas por meio de ações integradas de caráter interdisciplinar, entre as quais se incluem a Medicina Tradicional Chinesa, a Homeopatia e a Medicina Antroposófica, os Recursos Terapêuticos como a Fitoterapia, as Práticas Corporais e o Termalismo-Crenoterapia, além de demais práticas reconhecidas ou que venham a ser reconhecidas pela PNPIC/MS. Clique aqui e fique por dentro.

No HRAC - Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais da USP, já tivemos uma residência voltada para análises clínicas e genéticas. Em nossas pesquisas, parece que está para voltar! Clique aqui e fica esperto com os editais.

Uma dica para as futuras e atuais gestões do Sistema CFBio/CRBios, é que fomentem a residência para Biólogos, pois essa será no futuro a preferência absoluta na área da saúde.

Fernando Cesar é Jornalista do Blog Biologia Profissional, Biólogo, Especialista, Analista de Laboratório na área de alimentos, Responsável Técnico na área de Saneantes, Diretor em uma associação estadual e Diretor em uma Federação.