Notícia

Gazeta Mercantil

3 Poderes

Publicado em 19 março 2001

Por Ronaldo Sardenberg
Acordos de Cooperação entre o Executivo federal e o governo paulista na área da tecnologia ganham novo impulso. Uma conversa na semana passada entre o ministro Ronaldo Sardenberg, da Ciência e Tecnologia, e o professor Carlos Henrique Brito Cruz, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (Fapesp), serviu para acertar detalhes de pelo menos dois programas importantes. Um projeto na área de astronomia toca a construção de um telescópio a ser instalado no Chile, escolhido pela privilegiada geografia para abrigar o equipamento. Custará US$ 14 milhões ao Brasil - destes US$ 4 milhões virão do Palácio dos Bandeirantes. O aparelho fica pronto em quatro anos. A indústria local vai fornecer os componentes O professor Brito Cruz revela que o encontro com o ministro tratou ainda de um programa na área de softwere. A estrutura da Fapesp vai viabilizar a construção de redes de alta velocidade para a comunicação de dados. Pensado com a participação do núcleo industrial da Campinas, no interior de São Paulo, o projeto deve se estender para outros locais do Brasil. Os custos da operação ainda estão sendo estudados pelos técnicos do Ministério e do governo estadual.