Notícia

A Folha (São Carlos, SP)

2º Olimpíada de Matemática, Física e Química se realiza hoje na USP

Publicado em 10 junho 2006

Por Eloiza Strachicini

Uma iniciativa da equipe de difusão do Centro Multidisciplinar para o Desenvolvimento de Materiais Cerâmicos, CEPID/FAPESP do Instituto de Física da USP São Carlos, criou no ano passado, a Olimpíada de Matemática, Física e Química (OMFQ). Sua segunda edição será realizada hoje, dia 10 de junho, nas próprias escolas em que os alunos estudam.
A olimpíada é direcionada somente aos alunos do ensino médio de Escolas Públicas. A prova é composta de 30 questões de múltipla escolha, sendo dividida em 10 questões de física, 10 questões química e 10 de matemática. As perguntas são todas baseadas no conteúdo do ensino médio e dos vestibulares mais tradicionais do Estado de São Paulo. A equipe de difusão é responsável pela elaboração das provas para os três anos do ensino médio.
De acordo com o coordenador da Olimpíada, professor Antonio Carlos Hernandes, o objetivo é despertar, ou mesmo antecipar o interesse dos alunos das escolas públicas pela atividade científica e tecnológica, e contribuir para a integração entre as escolas públicas e as instituições de nível superior. "Desse modo, contamos com o apoio e o interesse de professor e coordenadores e diretores das Escolas e das Diretorias de Ensino, para descobrir novos e incentivá-los a ingressar nas áreas científicas e tecnológicas", destacou.
Este ano, foram inscritos 1900-alunos de 41 escolas. Os alunos são provenientes das cidades de Gavião Peixoto, Rio Claro, Piracicaba, Araraquara, Rincão, Américo Brasiliense, Ibaté, Limeira, Pontal, Corumbataí, Sertãozinho, Franca, Ribeirão Bonito, Santa Eudóxia, Cordeirópolis, Matão, Iracemapólis, Tabatinga, Santa Rita do Passa Quatro, Itirapina, Taquaritinga, Nova Europa, Ibitinga, Cândida do Pontal, Descalvado e São Carlos. Em 2005, a 1º OMFQ teve a participação de somente 70 alunos, e as -provas foram realizadas em São Carlos e Ribeirão Bonito.
- Ainda segundo Hernandes, a premiação ocorrerá'no início do mês de agosto Os primeiros colocados receberão um prêmio que ainda não está definido. Nesta segunda edição da Olimpíada também selecionaremos no mínimo um aluno de cada es cola participante, o que ob ter o melhor desempenho. Desse modo, todas as escolas participantes estarão presentes na premiação em agosto. Os premiados passarão um dia na USP visitando e conhecendo os laboratórios ensino e pesquisa e almoçarão no restaurante universitário. "Nós acreditamos que esse envolvimento universidade-ensino médio, juntamente com os professores, é fundamental para o desenvolvimento de atividades extra-classe que auxiliam no despertar da curiosidade científica e podem levar ao descobrimento de novos ta lentos", concluiu.