Notícia

Almanaque SOS

23 Motivos surpreendentes para saudar a Mandioca

Publicado em 07 agosto 2018

A mandioca foi saudada até mesmo pela ex-presidente Dilma Rousseff, que não economizou nos elogios durante uma cerimônia dos Jogos Indígenas, que aconteceu aqui no Brasil. Cena que virou meme e logo foi ridicularizada por grande parte dos brasileiros.

Um grande erro.

Precisamos urgentemente rever nossos conceitos. A mandioca é realmente uma obra majestosa da natureza e por sua versatilidade, merece todas as nossas saudações. Para quem duvida, separamos 23 evidências. Se liga!

Altamente nutritiva, a mandioca é uma excelente fonte de alimentação, podendo ser cozida, ensopada e frita, além de ser consumida em outros formatos, como a farinha de mandioca, que está frequentemente no prato de grande parte da população brasileira.

A mandioca é extremamente versátil, pode ser utilizada nos mais diversos pratos, como purês, tapiocas, bolinhos fritos, bolos, pudins e até sorvetes! Além disso, ela é uma excelente substituta da batata em receitas diversas.

Sim! As fibras da mandioca são utilizadas em processos de fabricação de tecidos, pois com a fécula da mandioca é possível fazer uma goma que oferece resistência aos fios que são aplicados na produção do material. Quem disse que você não tem um pouco de mandioca no seu guarda-roupa?

A mandioca é utilizada na fabricação de shampoos e máscaras de hidratação para os cabelos devido aos extratos nutritivos que possui e que atuam de forma eficiente na recuperação de fios ressecados e danificados. Incrível!

A mandioca também é excelente para a pele.

A receita: 1 colher (sopa) de farinha de mandioca com 2 colheres (sopa) de mel; misturar até formar um creme pastoso para ser aplicado no rosto anteriormente lavado; espalhar com movimentos circulares e depois enxaguar com água fria.

Ah, e é importante aplicar um creme hidratante depois da esfoliação.

Por ser rica em carboidratos complexos, que são liberados de forma lenta pelo organismo, a mandioca é uma excelente fonte de energia, inclusive para aqueles que praticam atividades físicas.

Mulheres gestantes também pode ser beneficiadas pela mandioca, que possui o ácido fólico em sua composição, um nutriente que diminui as chances de má formação neural dos fetos.

Porém, é essencial consumir com moderação, pois o excesso de ácido fólico em mulheres grávidas aumenta o risco de autismo no bebê.

A boa e velha vitamina C, que atua no aumento da imunidade e previne doenças diversas, como as gripes e os resfriados, também está presente na mandioca. Quem diria, hein?

A mandioca possui magnésio em sua composição, ele favorece a redução da pressão arterial sistólica e diastólica. Ponto para mandioca!

Para todos que são celíacos ou aqueles que optam por uma dieta sem glúten, a mandioca é uma ótima companheira, podendo ser utilizada em receitas diversas, como pães e bolos, substituindo ingredientes indesejados.

As folhas de mandioca são muito eficazes contra as micoses!

A receita é simples: 250 ml de água e três folhas de mandioca fervidas por 7 minutos. Depois é só fazer compressas com um tecido e molhá-las no chá, colocando-as sobre a parte do corpo afetada pela micose, 3 vezes ao dia, até que a cura seja alcançada.

Como a ingestão pode ser prejudicial, não se deve beber o chá! O uso é apenas tópico.

A mandioca auxilia no controle glicêmico e do Diabetes Mellitus, pois possui carboidratos de baixo índice glicêmico, além de ser rica em fibras.

A mandioca atua no combate ao LDL, o “mau” colesterol, por possuir as saponinas em sua composição, ajudando, desta forma, a prevenir problemas como infarto e acidente vascular cerebral.

É isso mesmo. As sacolas, produzidas pela Avani Eco, empresa de Bali, na Indonésia, são feitas de amido de mandioca e se dissolvem na água quente!

Aparentemente, elas são como sacolas comuns de plástico, mas enquanto estas poluem drasticamente o meio ambiente e demoram anos para se degradarem, as sacolas a base de mandioca desaparecem na natureza em apenas alguns meses.

A mandioca se tornou uma alternativa bastante eficiente para a indústria de papel, fazendo com que o amido (fécula) modificado de mandioca passasse a ser utilizado na fabricação de papel, melhorando a textura e resistência do produto.

Parece inacreditável, mas a empresa carioca CBPak Tecnologia produz bandejas e copos a partir da fécula de mandioca. Os materiais, 100 % compostáveis, viram adubo orgânico quando descartados e não agridem o meio ambiente.

Além de copos e bandejas, a empresa carioca também produz embalagens customizadas a partir da fécula de mandioca, mas não é só ela.

Pesquisadores do Centro de Raízes e Amidos Tropicais (Cerat) da Unesp, desenvolveram uma embalagem totalmente biodegradável a base de mandioca para alimentos secos, que, ao ser descartada, leva apenas 10 dias para se degradar.

O xarope de glicose feito de mandioca é utilizado na fabricação de confeitos, como como gomas, caramelos, snacks e muitos outros. Você nunca havia pensado que aquele docinho tinha um “Q” de mandioca, não é mesmo?

A mandioca é fonte de serotonina, aquele maravilhoso neurotransmissor que nos dá sensação de felicidade, bem-estar e prazer. Mas isso todo mundo já sabia; quem não ama uma mandioquinha, não é mesmo?

Já se imaginou bebendo mandioca naquele rolê do fim de semana? Pois é. A mandioca é um dos componentes de algumas cervejas ao redor do mundo, a exemplo de uma tradicional cerveja de Ribeirão Preto, intitulada Cauim, em homenagem a uma antiga bebida de cereais e mandioca feita pelos índios brasileiros.

A mandioca é nativa da Amazônia brasileira e tem sido cultivada em todos os estados brasileiros, sendo, hoje em dia, produzida por mais de 100 países. O Brasil é o segundo maior produtor mundial.

Segundo um artigo do [revista] Pesquisa FAPESP, mais de 250 variações de mandioca foram encontradas só no estado de São Paulo em meados da década de 80. Caramba!

Você pode ter mandioca fresquinha por meio de um plantio simples a partir de pedaços de manivas (galhos de mandioca). E o melhor: a mandioca se desenvolve em quase todas as regiões do Brasil.

E olha que nem falamos que a mandioca é literalmente a mãe da tapioca – veja algumas receitas incríveis aqui. Também deixamos de fora outro uso incrível da mandioca, areia higiênica econômica para gatos – como fazer: receita 1 | receita 2.

Ela não deixa de nos surpreender. Agora que você já conheceu algumas das maravilhas dessa raiz, que tal saudar a mandioca brasileira?

Fonte(s): Mundo Boa Forma, Jasmine Alimentos, All Things Hair, Catraca Livre, Dona Giraffa, MGT Nutri, Projeto Draft, Fapesp, Cura Verde, Revista Rural, Ital, American Heart Association, NCBI, Johns Hopkins, Green Me, Pesquisa FAPESP, Embrapa